Arquivos da categoria: Perguntas e respostas

Perguntas & Respostas com base na obra de Kardec.

Fonte: Estudando as obras de Kardec – Astolfo Olegário de Oliveira Filho – aoofilho@oconsolador.com.br – Londrina, Paraná (Brasil) – e coletânea de perguntas elaboradas pelo Grupo Espírita Allan Kardec.

citacoes

P&R: a ciência é sempre sinal certo de elevação de um Espírito?

A ciência é sempre sinal certo de elevação de um Espírito?

“Não, porquanto, se ele ainda está sob a influência da matéria, pode ter os vossos vícios e prejuízos. Há pessoas que, neste mundo, são excessivamente invejosas e orgulhosas; julgais que, apenas o deixam, perdem esses defeitos? Após a partida daqui, os Espíritos, sobretudo os que alimentaram paixões bem marcadas, permanecem envoltos numa espécie de atmosfera que lhes conserva todas as coisas más de que se impregnaram.”

Allan Kardec. O Livro dos Médiuns, da identidade dos Espíritos, item 268, 2ª questão.

Share
icone-perguntas-e-respostas

P&R: Quais os motivos que nos recomendam o perdão, a indulgência e o amor para com os inimigos?

Quais os motivos que nos recomendam o perdão, a indulgência e o amor para com os inimigos?

Os motivos são vários. Em primeiro lugar, sabemos que a maldade não é um estado permanente dos homens; que ela decorre de uma imperfeição temporária e que, assim como a criança se corrige dos seus defeitos, o homem mau reconhecerá um dia os seus erros e se tornará bom. Em segundo lugar, também sabemos que a morte apenas nos livra da presença material de nosso inimigo, porque este poderá perseguir-nos com seu ódio, mesmo depois de haver deixado a Terra; que, assim, a vingança que tomemos falha ao seu objetivo, visto que, ao contrário, tem por efeito produzir maior irritação, capaz de passar de uma existência a outra.

Não há coração tão perverso que, mesmo a seu mau grado, não se mostre sensível ao bom proceder. Mediante o bom procedimento, tira-se, pelo menos, todo pretexto às represálias, podendo-se até fazer de um inimigo um amigo, antes e depois de sua morte. Com um mau proceder, o homem irrita o seu inimigo, que então se constitui instrumento de que a justiça de Deus se serve para punir aquele que não perdoou.

(Allan Kardec – O Evangelho segundo o Espiritismo,capítulo XII, itens 5 e 6.)

Share
icone-perguntas-e-respostas

P&R: Qual a importância do amor na aplicação da caridade?

Qual a importância do amor na aplicação da caridade?

Se os homens se amassem com mútuo amor, mais bem praticada seria a caridade; mas, para isso, mister fora vos esforçásseis por largar essa couraça que vos cobre os corações, a fim de se tornarem eles mais sensíveis aos sofrimentos alheios. A rigidez mata os bons sentimentos; o Cristo jamais se escusava; não repelia aquele que o buscava, fosse quem fosse: socorria assim a mulher adúltera, como o criminoso; nunca temeu que a sua reputação sofresse por isso

O Evangelho segundo o Espiritismo » Capítulo XI – Amar o próximo como a si mesmo » Instrução dos Espíritos » O egoísmo » 12.

Share
icone-perguntas-e-respostas

P&R: Qual é a fonte de todos os males humanos?

Qual é a fonte de todos os males humanos?

O orgulho, eis a fonte de todos os vossos males. Aplicai-vos, portanto, em destruí-lo, se não lhe quiserdes perpetuar as funestas consequências.

Um único meio se vos oferece para isso, mas infalível: tomardes para regra invariável do vosso proceder a lei do Cristo, lei que tendes repelido ou falseado em sua interpretação. Adolfo – Bispo de Alger, Marmande, 1862.

(o evangelho segundo o espiritismo – Cap. VII, item 12)

Share
icone-perguntas-e-respostas

P&R: Qual é a finalidade da religião?

Qual é a finalidade da religião?

O objetivo da religião é conduzir a Deus o homem. Ora, este não chega a Deus senão quando se torna perfeito. Logo, toda religião que não torna melhor o homem, não alcança o seu objetivo. Toda aquela em que o homem julgue poder apoiar-se para fazer o mal, ou é falsa, ou está falseada em seu principio.

(Allan Kardec – o evangelho segundo o espiritismo -Cap. VIII, item 10)

Share