Citações em texto: A importância dos bons pensamentos

A importância dos bons pensamentos

“Os maus pensamentos corrompem os fluidos espirituais, como os miasmas deletérios corrompem o ar respirável.”

“A ação dos Espíritos sobre os fluidos espirituais tem consequências de importância direta e capital para os encarnados. Desde o instante em que tais fluidos são o veículo do pensamento; que o pensamento lhes pode modificar as propriedades, é evidente que eles devem estar impregnados das qualidades boas ou más, dos pensamentos que os colocam em vibração, modificados pela pureza ou impureza dos sentimentos.” – (Allan Kardec – A Gênese, cap. XIV, item 16).

É certo que o pensamento exerce uma poderosa influência nos fluidos espirituais. Os pensamentos bons impõem-lhes luminosidade e vibrações elevadas que culminam em boas sensações.

Os pensamentos maus provocam alterações vibratórias contrárias àquelas. Os fluidos ficam escuros e sua ação provoca sensações desagradáveis.

Assim, em torno, por exemplo, de uma pessoa, existe uma atmosfera espiritual fluídica, que varia conforme seu campo vibratório, e consequentemente segundo a natureza moral dos Espíritos que se atraem por estas energias. Isto pode ser ampliado para uma cidade, estado, país e para todo o planeta Terra.

À atmosfera fluídica, associam-se Espíritos com tendências morais e vibratórias semelhantes. Desta forma, os Espíritos superiores recomendam que a conduta dos seres humanos, nas relações com tudo na vida, seja a mais harmoniosa possível. Despir-nos de sentimentos que não nos eleva moralmente.

Alguém que vive, por exemplo, entregue ao pessimismo e aos maus pensamentos, tem em volta de si uma atmosfera espiritual escura, atraindo Espíritos com os mesmos pensamentos.

É sempre importante lembrar, que estas situações podem ser modificadas a qualquer momento. Depende apenas da nossa força de vontade de viver. Bem viver, sempre sob a orientação dos ensinos morais de Jesus.

“Melhorando-se, a humanidade verá depurar-se a atmosfera fluídica em cujo meio vive, porque não lhe enviará senão bons fluidos, e estes oporão uma barreira à invasão dos maus. Se um dia a Terra chegar a não ser povoada senão por homens que, entre si, praticam as leis divinas do amor e da caridade, ninguém duvida que não se encontrem em condições de higiene física e moral completamente outras que as hoje existentes”

– (Allan Kardec – Revista Espírita, Maio, 1867).

Compartilhe