Um sentimento de piedade

Um sentimento de piedade deve sempre animar o coração dos que se reúnem sob as vistas do Senhor e imploram a assistência dos bons Espíritos.
Um Espírito Protetor. (Bordéus, 1863.) Allan Kardec – ESE – Capítulo XVII, ítem 10.

Compartilhe