Citação em texto: a teoria das metades eternas

“A teoria das metades eternas é uma imagem representativa da união de dois Espíritos simpáticos. É uma expressão usada até mesmo na linguagem vulgar e que não deve ser tomada ao pé da letra. Os Espíritos que dela se utilizam certamente não pertencem às ordens mais elevadas. Sendo necessariamente limitada a esfera de suas ideias, eles exprimiram seus pensamentos por meio de termos de que se teriam servido durante a vida corpórea. É preciso, pois, repelir a ideia de que dois Espíritos, criados um para o outro, tenham fatalmente que se reunir um dia na eternidade, depois de terem estado separados por um lapso de tempo mais ou menos longo”.

Allan Kardec. O Livro dos Espíritos, nota da questão 303.

Compartilhe