Continuidade, regularidade, recolhimento

Continuidade, regularidade, recolhimento

“(…)Não sabemos como dar esses qualificativos aos que julgam a priori, levianamente, sem tudo ter visto; que não imprimem a seus estudos a continuidade, a regularidade e o recolhimento indispensáveis.”

Allan Kardec – O Livro dos Espíritos, Introdução, item VIII.

Compartilhe