O homem abusa da inteligência

O homem abusa da inteligência como de todas as suas outras faculdades e, no entanto, não lhe faltam ensinamentos que o advirtam de que uma poderosa mão pode retirar o que lhe concedeu. Ferdinando, Espírito protetor. (Bordéus, 1862.)

Kardec, Allan. O Evangelho Segundo o Espiritismo. FEB. Capítulo 7.

Compartilhe