Preces pessoais: XI – Ao escapar de um perigo – O Evangelho Segundo o Espiritismo

36 – Prefácio – Pelo perigo que passamos, Deus nos mostra que, de um momento para outro, podemos ser chamados a prestar contas do emprego que demos a nossa vida. Adverte-nos, assim, que devemos examinar-nos e emendar-nos.

37 – Prece – Meu Deus, e vós, meu Anjo Guardião, agradeço-vos o socorro que me destes no perigo que me ameaçou. Que esse perigo seja uma advertência para mim, e que me esclareça sobre os motivos que o atraíram para a minha vida. Compreendo, Senhor, que ela está em vossas mãos, e que podeis retirá-la quando quiserdes. Inspirai-me, através dos Bons Espíritos que me assistem, a idéia de bem empregar o tempo que me concedestes neste mundo! Meu Anjo Guardião, sustentai-me na decisão de corrigir os meus erros e fazer todo o bem que estiver ao meu alcance, a fim de chegar ao Mundo dos Espíritos com menos imperfeições, quando aprouver a Deus me chamar!

Compartilhe