J. Herculano Pires: o marco da morte

A morte marca o limite da tarefa que nos foi confiada e nos transfere para o plano de avaliação de nós mesmos e do que fizemos. O renascimento resulta desse balanço final de uma existência e nos prepara para a seguinte.

J. Herculano Pires. Educação para a Morte.

Compartilhe