P&R: Além de simbolizar a esterilidade contido nas palavras de Jesus em relação à figueira que secou, que mais o Mestre quis nos falar?

Além de simbolizar a esterilidade contido nas palavras de Jesus em relação à figueira que secou, que mais o Mestre quis nos falar?

Simboliza também todos aqueles que, tendo meios de ser úteis, não o são; todas as utopias, todos os sistemas ocos, todas as doutrinas carentes de base sólida. O que as mais das vezes falta é a verdadeira fé, a fé produtiva, a fé que abala as fibras do coração, a fé, numa palavra, que transporta montanhas. São árvores cobertas de folhas porém, baldas de frutos. Por isso é que Jesus as condena à esterilidade, porquanto dia virá em que se acharão secas até à raiz. Quer dizer que todos os sistemas, todas as doutrinas que nenhum bem para a Humanidade houverem produzido, cairão reduzidas a nada; que todos os homens deliberadamente inúteis, por não terem posto em ação os recursos que traziam consigo, serão tratados como a figueira que secou.

Allan Kardec. O Evangelho segundo o Espiritismo, cap. XIX , item 9.

Compartilhe