P&R: Como proceder diante dos ataques de nossos adversários?

Como proceder diante dos ataques de nossos adversários?

Os verdadeiros espíritas, diante dos ataques recebidos, devem distinguir-se pela moderação, deixando aos antagonistas o triste privilégio das injúrias. É dever de todo bom espírita esclarecer os que o procuram de boa fé, mas é inútil discutir com antagonistas de má fé ou ideia preconcebida. Pouco importa, assim, que este ou aquele seja contra o Espiritismo, quando se sabe que ninguém tem o poder de impedir a realização dos fatos.

(Allan Kardec – Revista Espírita de 1863, pp. 152 e 153.)

Compartilhe