P&R: Os que se dizem espíritas, mas não vivem de acordo com os preceitos do Espiritismo, não estariam trabalhando contra a própria Doutrina? Poderiam eles serem considerados inimigos do Espiritismo?

Os que se dizem espíritas, mas não vivem de acordo com os preceitos do Espiritismo, não estariam trabalhando contra a própria Doutrina? Poderiam eles serem considerados inimigos do Espiritismo?

“Se os inimigos externos nada podem contra o Espiritismo, o mesmo não se dá com os de dentro. Refiro-me aos que são mais espíritas de nome que de fato, sem falar dos que do Espiritismo apenas têm a máscara.”

Allan Kardec. Revista Espírita, novembro de 1861.

Compartilhe