P&R: Que posição devemos tomar, como espíritas, ante os que não pensam como nós?

Que posição devemos tomar, como espíritas, ante os que não pensam como nós?

Quanto aos que não os quisessem ouvir, Jesus recomendou a seus apóstolos, pura e simplesmente, que se fossem embora, à procura de pessoas de boa vontade. A mesma conduta recomenda o Espiritismo a seus adeptos: não violentemos nenhuma consciência; a ninguém forcemos para que deixe a sua crença, a fim de adotar a nossa; não procuremos anatematizar os que não pensam como nós; acolhamos os que venham ter conosco e deixemos tranquilos os que nos repelem. Lembremo-nos, por fim, das palavras do Cristo: Outrora, o céu era tomado com violência; hoje o é pela brandura.

(O Evangelho segundo o Espiritismo, cap. XXV, item 11.)

Compartilhe