P&R: Que sentido tem este ensinamento: “Não vos inquieteis pela posse de ouro ou de prata”? 

Que sentido tem este ensinamento: “Não vos inquieteis pela posse de ouro ou de prata”?  

A par do sentido próprio, essas palavras guardam um sentido moral muito profundo. Ao proferi-las, Jesus quis mostrar-nos que há coisas mais importantes na vida, bens que o ladrão não rouba e a traça não consome, que são os valores espirituais, que conservaremos para sempre, ao passo que o ouro e a prata, assim como tudo que é material, constituem valores transitórios que não nos pertencem de fato e que, portanto, teremos de deixar quando retornarmos à verdadeira vida. 

(Allan Kardec – O evangelho segundo o espiritismo, cap. XXV, itens 9 a 11.) 

Compartilhe