P&R: Se o homem está tão distante de Jesus, como bem explicado pelo Espiritismo, o que pode o indivíduo fazer em prol da transformação moral da humanidade?

Se o homem está tão distante de Jesus, como bem explicado pelo Espiritismo, o que pode o indivíduo fazer em prol da transformação moral da humanidade?

“Vós, frágeis centelhas partidas do eterno foco do amor divino, certamente não podeis pretender uma tão vasta irradiação quanto à do Verbo de Deus encarnado na Terra, mas, na vossa esfera de ação, podeis espalhar os benefícios do bom exemplo. Podeis fazer amar a virtude, cercando-a do charme dessa benevolência constante, que atrai, cativa e mostra, enfim, que a prática do bem é coisa fácil, promove a felicidade íntima da consciência que se colocou sob sua lei, pois ela é a realização da vontade divina, que nos fez dizer por seu Cristo: Sede perfeitos, como perfeito é o vosso Pai celestial”. – Luís de França.

Allan Kardec. Revista Espírita, maio de 1866.

Compartilhe