P&R: Um Espírito obsessor pode, realmente, levar o obsidiado ao suicídio?

Um Espírito obsessor pode, realmente, levar o obsidiado ao suicídio?

— R. Certamente, pois a obsessão que, de si mesma, é já um gênero de provação, pode revestir todas as formas. Mas isso não quer dizer isenção de culpabilidade. O homem dispõe sempre do seu livre-arbítrio e, conseguintemente, está em si o ceder ou resistir às sugestões a que o submetem.

Allan Kardec. O Céu e o Inferno, segunda parte, suicidas, Antoine Bell.

Compartilhe