Abafai as discórdias

(…)abafai as discórdias, pois que as discórdias pertencem ao reino do mal que vai ter fim. Seja-vos possível fundir-vos em uma única e mesma família e dar-vos mutuamente, do fundo do coração e sem pensamento premeditado, o nome de irmãos.

Allan Kardec – Viagem Espírita em 1862, O Clarim, 2. ed., pp. 101-104

Compartilhe