Postagens aleatórias

  • Haverá casos em que convenha se desvende o mal de outrem?

    Haverá casos em que convenha se desvende o mal de outrem?

    É muito delicada esta questão e, para resolvê-la, necessário se torna apelar para a caridade bem compreendida. Se as imperfeições de uma pessoa só a ela prejudicam, nenhuma utilidade haverá nunca em divulgá-la. Se, porém, podem acarretar prejuízo a terceiros, deve-se atender de preferência ao interesse do maior número. Segundo as circunstâncias, desmascarar a hipocrisia e a mentira pode constituir um dever, pois mais vale caia um homem, do que virem muitos a ser suas vítimas. Em tal caso, deve-se pesar a soma das vantagens e dos inconvenientes. – São Luís (Paris, 1860.)

    Allan Kardec – O Evangelho segundo o Espiritismo » Capítulo X – Bem-aventurados os que são misericordiosos » Instruções dos Espíritos » A indulgência » 21

  • Citação em texto: é necessária a coragem para remover as iniquidades humanas

    “A fé é a virtude que desloca montanhas, disse Jesus. Todavia, mais pesados do que as maiores montanhas, jazem depositados nos corações dos homens a impureza e todos os vícios que derivam da impureza. Parti, então, cheios de coragem, para removerdes essa montanha de iniquidades que as futuras gerações só deverão conhecer como lenda, do mesmo modo que vós, que só muito imperfeitamente conheceis os tempos que antecederam a civilização pagã. ” – Erasto, anjo-da-guarda do médium. (Paris, 1863.)

    Allan Kardec. O Evangelho segundo o Espiritismo, cap. XX, item 4.

  • Mensagem em vídeo: Mensagem Espírita sobre o Carnaval

    Mensagem em vídeo: Mensagem Espírita sobre o Carnaval.

Compartilhe